Blog

O que levar em consideração na hora de comprar um microscópio cirúrgico

14/04/2020

Um microscópio cirúrgico moderno é projetado para fornecer alto contraste e imagens detalhadas de todas as regiões do olho humano, capaz de monitorar a cirurgia em um nível micro. Mas quais são os recursos fundamentais para um dispositivo oftalmológico quando há intenção de comprá-lo?

Confira a seguir o que você precisa avaliar na hora de investir em um microscópio cirúrgico.

Por que investir em tecnologia cirúrgica

Já falamos da importância da tecnologia no diagnóstico, mas também precisamos entender porque ter equipamentos de ponta, inclusive os cirúrgicos, é fundamental, afinal, a qualidade de um consultório pode definir o sucesso do seu negócio.

O microscópio cirúrgico é um dos principais equipamentos oftalmológicos que todo consultório deve ter. Esse mecanismo não apenas permite a obtenção de um diagnóstico preciso da condição do paciente, mas também contribui na análise de pequenos detalhes.

Embora popular, eles variam em sua estrutura e em seu uso, portanto, saiba o que todo bom microscópio precisa ter.

Cabeça binocular

Em um microscópio oftalmológico, a cabeça binocular é inclinada em um ângulo de até 45 graus, enquanto a cabeça em um microscópio usada para outros procedimentos é reta. Pode acoplar uma câmera para documentar a operação em tempo real, permitindo o acompanhamento ao vivo por meio da telemedicina.

Iluminação

Essa é uma das coisas mais importantes para maximizar as capacidades de um microscópio cirúrgico, a fim de garantir uma cirurgia minuciosa e, assim, evitar erros. As opções de iluminação variam de incandescente, halogênios e fibra ótica.

Atenção para o controle da intensidade da luz.

Ampliação

A ampliação e o alcance oferecidos pelo dispositivo são imprescindíveis, afinal, um microscópio cirúrgico não é semelhante a um microscópio de laboratório. As predefinições podem variar. Normalmente, um amplo campo de visão é mais útil para um cirurgião do que uma ampliação extrema.

Outros fatores a serem considerados são superfícies revestidas com antimicrobianos e cabos roteados internamente, uma vez que os componentes do microscópio requerem fiação. A fiação solta pode atrapalhar a equipe cirúrgica e até mesmo abrigar bactérias.

Recomendações de limpeza e desinfecção dos instrumentos oftalmológicos

Salas e equipamentos oftalmológicos devem ser completamente desinfetados após cada encontro com o paciente, sobretudo um microscópio cirúrgico.

Uma vez que as consultas eletivas foram desmarcadas por causa do coronavírus, você pode aproveitar o isolamento social para reforçar a limpeza dos equipamentos do seu consultório.

Ainda não é possível afirmar quanto tempo o Covid-19 sobrevive nas superfícies ou no ar, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mas estudos indicam que isso pode ocorrer por horas ou, até mesmo, vários dias.

Use luvas descartáveis e soluções com pelo menos 70% de álcool ​​ao limpar e desinfetar superfícies. Posteriormente, as descarte após o uso. As lâmpadas de fenda, incluindo controles e protetores respiratórios, devem ser desinfetadas, principalmente onde os pacientes colocam as mãos e o rosto, assim como os tonômetros.

Fique ligado no blog Optivision para mais dicas de como investir e cuidar de um microscópio cirúrgico.

Soluções em Oftamologia OptovisionPowered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem Comentários

Deixe uma resposta

Scroll Up